Depois da polêmica sobre o corte de verba na cultura, o governador João Dória anunciou, em vídeo postado na rede social, que ” Nada será fechado. Nada será interrompido [na cultura].”. O governador ainda colocou que o contingenciamento é por conta de um déficit orçamentário de R$ 10,5 bi. Ele coloca que o impacto ainda será analisado “com calma e com bom planejamento”.

A história ganhou notoriedade quando o projeto Guri divulgou uma lista de que funcionários entrariam em aviso prévio e que unidades seriam fechadas por conta deste contingenciamento. Na época, João Dória afirmou que o Guri continuaria de forma integral, mas corte de 23% do orçamento na Secretaria de Cultura e Economia Criativa se manteve, afetando outros 23 serviços, que contam com a Pinacoteca do Estado de São Paulo, Theatro São Pedro e Fábricas de Cultura.

Se informe mais!

Boa leitura!

Nota Nossa: É um absurdo cogitar cortar verbas da Cultura! A Cultura contribui de modo decisivo para a formação humana das pessoas. Estimula também o aprendizado, contribuindo para a Educação. O artigo 215 de nossa Constituição brasileira protege a Cultura e estabelece diretrizes para que seja realizada de forma concreta na realidade social. Lei há! Mas… “Que país é esse? Todos acreditam no futuro da nação! Mas ninguém respeita a Constituição!” – Ora, está na hora de cumprir a Carta verde e amarela, começando por assunto central: a própria Cultura. Museus, Bibliotecas e outros centros culturais são vitais! E essenciais para o futuro de nossa nação!