Valor Econômico.

Por Adriana Cotias | Valor
30/10/2018 às 18h31

SÃO PAULO – Após a definição da eleição presidencial no último domingo, uma carta enviada pelo Itaú Unibanco aos investidores das segmentações de varejo e alta renda ( Personnalité e Uniclass) provocou reações nas redes sociais ao ser interpretada como uma comunicação pró-Jair Bolsonaro, presidente eleito que tomará posse em janeiro. A repercussão negativa levou o banco a explicar as suas intenções também nas plataformas de mídia social.

Leia mais aqui.

Boa leitura!