CorinthiansFlamengo

O jogo ontem foi eletrizante! O que mais tem me chamado a atenção é a reposição de bolas pelo goleiro Cássio. O gigante do Timão, arqueiro de primeira linha, além de fazer belas e importantes defesas, repõe a bola com cautela, eficácia e precisão (curtas ou à distância). Lembro também que, em jogo passado, chegou até a driblar um jogador do outro time, para repor a bola. Um outro fato que me chamou a atenção de fato foi a bola na trave que o Flamengo chutou próximo ao final. Literalmente, fechamos o negócio. E o Timão… bom o Timão mostrou porque é bom. Equipe entrosada e com boa troca de passes. O jogador corintiano que marcou contra. Bem, que treine mais um pouco e com foco, essas coisas acontecem. Finalmente, deixo um recado aos treinadores de clubes futebolísticos. É preciso investir no capital humano (jogadores), que, antes disso, são seres humanos únicos e diferentes, com suas peculiaridades. Assim, importante atentar para 03 aspectos: Físico + Espiritual, em sintonia com o mundo, e estado mental, sem preconceitos, trabalhado por profissionais competentes. Psicólogos e Psiquiatras Não São p/ loucos como muita gente ignorante acredita. Muitas pessoas procuram esses profissionais. Natural, num mundo caótico organizado, e sim, neste caso, muito louco! É preciso ultrapassar barreiras e pedras, vencer o preconceito, e entender a importância de um estado mental equilibrado e protegido, não só no futebol, no esporte, mas assim como, em qualquer atividade profissional. E, por fim! Dá-lhe Timão! Somos nozes na Final!

Saiba mais aqui.

Boa leitura!