Direito e Desenvolvimento Rio de Janeiro
No dia 10 de agosto, Carlos Ari Sundfeld inaugurou o evento com boas vindas e a apresentação do curso, ministrando a Aula: Como Tomar Decisões Jurídicas Públicas em um País em Desenvolvimento?

No dia 11, pela manhã, Guilherme Dominguez abordou: Direito e desenvolvimento no controle judicial de políticas públicas: debatendo o caso das cotas nas universidades federais e fornecimento de medicamentos pelo Estado.

Pela tarde, Sandra Betti tratou sobre: Liderança Transformadora: Quais são as competências indispensáveis de uma boa liderança? Depois disso, Letícia Piccolotto Ferreira abordou: Dinâmica sobre Perfis e Competências do Líder.

Já no dia 12, pela manhã, Guilherme Dominguez tratou: Direito e desenvolvimento no Direito do Trabalho: novas tecnologias e antigas regulações, como decidir? Ainda pela manhã, Caio Longhi abordou: Direito e desenvolvimento no direito econômico: inovações disruptivas e as novas interações entre público e privado. Estudo de caso do Uber.

Enquanto isso, no dia 12, pela tarde, Paulo Tafner palestrou sobre: Reforma da Previdência: O que os números nos dizem; e reformar para quê? E Vinícius de Bragança Muller e Oliveira: Afinal, o que é Liderança Adaptativa?

Resumo da Ópera: O evento foi sensacional com apresentações dos palestrantes altamente enriquecedoras. Os palestrantes trataram sobre os temas de modo simples e didático a ser acompanhado pelo público, sem deixar, no entanto, de aprofundá-los. Realmente, valeu a pena! Os jovens que o acompanharam puderam perguntar, tirar suas dúvidas e interagir com os palestrantes e entre si. Finalmente, um recado: Jovens, envelheçam rápido!, como dizia o bom e velho Nelson. Mas não deixem de aproveitar os Anos Dourados!